Que Nova Iorque é uma cidade que abraça diversas nações todo mundo sabe, mas o que não imaginávamos era que um evento como o NYCxDesign reuniria tantos designers dos mais variados lugares do mundo. No dia anterior (que vocês podem saber mais detalhes nesse post) conferimos muitas mostras de marcas européias, mas no Wanted Design isso se multiplicou.

Brasileiros (sim!), chilenos, islandeses, japoneses, canadenses, israelenses… Todo mundo teve um espaço reservado no evento e, como vocês devem imaginar, não faltaram inspirações. Como o nosso intuito aqui é compartilhar o que encontramos de mais interessante, prepare-se para esse post recheado de ideias incríveis para todo tipo de décor!

 

ILUMINAÇÃO

 

Bom, se teve uma área que se destacou no evento todo foi a iluminação e é claro que no Wanted Design não seria diferente. A primeira marca que chamou a nossa atenção por lá foi a israelense StudioKnob. A peça mais interessante de todo o estante foi a chamada Click Light que pode ser descrita como um cordão luminoso magnético.

A base da luminária é construída a partir de duas superfícies de metal através das quais a eletricidade de baixa voltagem (fique tranquilo, não dá choque) está em funcionamento e na qual cabos de diferentes comprimentos estão conectados. As cordas (luminárias em si) estão entrelaçadas com LEDs e se conectam magneticamente às superfícies metálicas. O resultado é uma peça super versátil e moderna que faz a diferença em qualquer ambiente! Olha só que incrível:

 

StudioKnob-ClickLight-illuminating_ropes-interactive_lamp-Adi_Azar-Yotam_Shifroni_gif-site-2

 

De Israel para o Japão: a coleção Kumiko OLED, da Kaneka, que foi criada pelo designer Michiru Tanaka vai muito além de simples luzes de LED. Os ladrilhos de níquel magnéticos, quando apagados, funcionam como espelhos. Entretanto, ao serem acessos criam padronagens únicas e superdelicadas. A tecnologia usada aqui é o OLED – já falamos dele aqui nesse post, lembram?

 

wanted-design-a-nova-iorque-cosmopolita-interiores-duo-design-2018-2

 

E se é pra falar de design de iluminação inusitado e criativo, não poderíamos deixar de mencionar a luminária Cloud, projeto mais famoso do Richard Clarkson Studio. Além do formato lúdico e perfeito para ambientes mais divertidos, as novas versões da peça respondem até mesmo a estímulos sonoros!

 

wanted-design-a-nova-iorque-cosmopolita-interiores-duo-design-2018-3

 

Agora, se você tem um estilo mais clássico e tradicional, não se preocupe: o Wanted Design também têm opções para você. A marca chilena MAIA Design, de Maria Jesus Seguel, traz pendentes de cerâmica feitos a mão com muita personalidade. Além dos modelos brancos atemporais, Maia também trabalha com folhas de ouro e cobre para o obter o efeito metalizado.

 

wanted-design-a-nova-iorque-cosmopolita-interiores-duo-design-2018-04

 

Sua fonte de inspiração é a cultura indígena chilena que fica, segundo ela, esquecida por muitos. A série exposta no evento é a RUCA inspirada nas ocas da região ao sul do país.

 

wanted-design-a-nova-iorque-cosmopolita-interiores-duo-design-2018-5

Vale a pena conferir mais sobre o projeto de resgate da cultura indígena promovido pela marca e o trabalho superdelicado 😉

 

BANCOS E CADEIRAS CHEIOS DE CHARME

 

E diferente dos outros showrooms, lojas e eventos que visitamos durante o período do NYCxDesign, no Wanted nós encontramos muitas ideias incríveis de bancos e cadeiras que podem fazer toda a diferença no décor. São aqueles móveis menores, mas ainda assim essenciais, sabe?

Como investir em um sofá tendência ou super diferente pode enjoar, achamos incrível compartilhar ideias de peças menores, como essas do designer brasileiro Danilo Vale. A primeira é a Cadeira Athos, criada com o apoio da Fundação Athos Bulcão, em homenagem ao legado do artista em Brasília.

A segunda peça é o Banco Tião, inspirado nos vergalhões das obras da capital brasileira e em tributo aos pedreiros e trabalhadores.

 

wanted-design-a-nova-iorque-cosmopolita-interiores-duo-design-2018-6

 

E se tem uma coisa que nós, como designers, adoramos em um espaço é misturar texturas. Melhor ainda se for um material inusitado para uma peça clássica como uma poltrona, né? A marca italiana Cappellini estava expondo uma versão em feltro supercool que nos chamou a atenção!

 

wanted-design-a-nova-iorque-cosmopolita-interiores-duo-design-2018-7

 

Falando em diferentes materiais, essa é justamente a proposta da marca colombiana Tucurinca que busca resgatar as tradições e técnicas usadas na produção das cadeiras colombianas e caribenhas inovando nos desenhos e materiais.  O modelo de balanço ultracolorido é ou não é uma ótima aposta para áreas mais despojadas?

 

wanted-design-a-nova-iorque-cosmopolita-interiores-duo-design-2018-8

 

E se você é desses que adora materiais naturais, rústicos e design multifuncional, muito provavelmente irá adorar as peças do Studio Lani. Todos os modelos são produzidos artesanalmente e a África é sua grande fonte de inspiração, principalmente a cultura nigeriana. As estruturas de madeira, ráfia e muitas outras plantas podem servir de base para banquetas ou mesas laterias cheias de charme 😉 A peça protótipo (na esquerda) foi produzida com a Planta do Irã e com acabamento em fios de cobre. Além do design único, cada peça conta uma história que vai muito além da beleza estética!

 

wanted-design-a-nova-iorque-cosmopolita-interiores-duo-design-2018-9

 

Voltando para os móveis mais tradicionais, mas é claro que com uma pitada de criatividade, não dá pra deixar de falar do Banco/Baú Coracle no corner do Jake Whillans Studio, de Toronto. A peça, aparentemente clássica, na verdade, é um baú em couro tingido e enrijecido que parece até madeira.  Esse é mais um daqueles móveis que surpreendem pela escolha de materiais, né?

 

wanted-design-a-nova-iorque-cosmopolita-interiores-duo-design-2018-10

wanted-design-a-nova-iorque-cosmopolita-interiores-duo-design-2018-11

wanted-design-a-nova-iorque-cosmopolita-interiores-duo-design-2018-12

 

Nada minimalista, a Left, marca mexicana especializada em móveis com design orgânico, trouxe para o evento uma de suas peça desejo: Loopita. O nome não poderia ser melhor, afinal, o looping é realmente a grande atração do móvel. Não é uma espreguiçadeira, um banco, um sofá… A peça permite uma maior interação entre duas pessoas em um ambiente descontraído, né? Nós adoramos!

 

wanted-design-a-nova-iorque-cosmopolita-interiores-duo-design-2018-13

 

TOQUE FUN

 

E já que o assunto está girando em torno de peças com um design mais divertido, por que não falarmos de modelos statement?

As camas infantis da Mathy By Bols são ótimas para ilustrar essa tendência fun. A marca belga é especializada em camas criativas que tornam qualquer quarto mais lúdico e interativo. Móveis montessorianos são mais do que tendências, afinal, eles permitem uma maior autonomia dos pequenos em seus quartos. Além de ajudar no desenvolvimento das crianças, não dá pra negar que uma peça dessas deixa o décor muito mais interessante 😉

 

wanted-design-a-nova-iorque-cosmopolita-interiores-duo-design-2018-14

 

Como quartos infantis sempre permitem um melhor uso da criatividade, aqui nós temos mais dicas para esse espaço! Já tínhamos comentado sobre os painéis interativos no primeiro dia de evento, mas essa versão magnética da designer Camille Walala para Visual Magnetics é ainda mais interessante para quem não curte muita sujeira. Uma parede dessas no quarto dos pequenos com certeza faz o maior sucesso!

 

wanted-design-a-nova-iorque-cosmopolita-interiores-duo-design-2018-15

 

Mas se você aí gosta de apenas alguns detalhes divertidos e não um móvel ou uma parede toda colorida, que tal investir nos puxadores e maçanetas inusitadas? A marca NJ Interiors é cheia de modelos bem fun! O nosso preferido foi o de tronco, mas a ideia é se inspirar nesse tipo de peça pra trazer pequenos pontos de destaque, mas ainda assim super charmosos para qualquer ambiente.

 

wanted-design-a-nova-iorque-cosmopolita-interiores-duo-design-2018-16

 

E pra finalizar esse post cheeeio de dicas, vamos falar de UpCycle? Ideias de reuso de peças já apareceram no primeiro post aqui do blog, mas o ambiente criado pela Istanbul Design Collective prova que essa tendência vai muito além do vintage. A bicicleta como base da estante e a prancha de surfe como mesa são móveis que provam que reutilizar peças pode criar um efeito mais moderno do que você imagina!

 

wanted-design-a-nova-iorque-cosmopolita-interiores-duo-design-2018-17

 

E aí, gostaram das peças? Nós precisamos confessar que foi difícil fazer uma seleção, afinal, encontrar tantas ideias incríveis em um só lugar tira o fôlego de qualquer um, haha 😉

 

 

Quem pensou design Europeu só estaria presente na feira de Milão está muito enganado, afinal, em Nova Iorque você encontra de tudo um pouco. Esse nosso diário de viagem é exatamente sobre isso, porque além das diversas lojas europeias com filias em Manhattan, muitas marcas e designers vieram especialmente para o NYCxDesign apresentar novidades! É claro que não deixaríamos de compartilhar o que encontramos de mais incrível e se prepare porque hoje o post está cheio de inspirações!

 

ROCHE BOBOIS

 

O nosso passeio começa com uma parada mais do que obrigatória para quem ama design: a Roche Bobois. A marca francesa possui peças de fabricação própria, mas também representa alguns outros designers. O que impressiona por lá é a curadoria super cool, moderna e leve. Impossível não se encantar com ao menos uma peça em cada cantinho da loja, sabe? As escrivaninhas, por exemplo, chamaram muito a nossa atenção.

Apesar de ser uma peça relativamente comum, na Bobois você encontra versões com toque vintage e até modelos modernos com linhas mais irregulares 😉

 

diario-de-viagem-design-europeu-em-manhattan-interiores-duo-design-nycxdesign-1

 

As estantes desconstruídas também nos impressionaram. A primeira é uma versão mais moderna com nichos abertos e fechados que criam um efeito super impactante na parede. Além da versão toda branca, lá você encontra uma gama bem diversa de tons e ainda é possível colocar espelhos em alguns dos nichos para quem quer uma peça ainda mais interessante.

Já a segunda versão tem aquele toque vintage repaginado que a gente adora. A referência retrô é inegável, no entanto, os vidros e laterais mais arredondadas deixaram a peça mais descolada.

 

diario-de-viagem-design-europeu-em-manhattan-interiores-duo-design-nycxdesign-2

 

E foi lá onde vimos pela primeira vez na viagem os sofás com encostos móveis – que até o final do post você vai ver que é realmente uma tendência fortíssima! Nós já tínhamos falado sobre sofás no último post, mas essa versão com o encosto retrátil realmente ajuda modificar qualquer ambiente mais neutro e clássico.

 

diario-de-viagem-design-europeu-em-manhattan-interiores-duo-design-nycxdesign-3

 

PAOLA LENTI

 

Texturas e mais texturas além de uma paleta incrível de tons vibrantes! Se você ainda não conhece a marca da designer italiana Paola Lenti pode começar a abrir os olhos porque as peças realmente são para deixar qualquer um boquiaberto. O grande diferencial da marca é a preocupação com os tecidos e cores desenvolvidos exclusivamente. A marca produz móveis, tapetes e até mesmo estruturas arquitetônicas usando materiais e cores próprias.

 

diario-de-viagem-design-europeu-em-manhattan-interiores-duo-design-nycxdesign-4

 

Apesar de começar falando sobre a explosão de cores e texturas que são marcas registradas de Paola, o ambiente que mais amamos no showroom era relativamente neutro. Digo relativamente porque não é comum e muito menos básico usar placas de cobre para dividir ambientes, né? No entanto, a ideia deixou o espaço super sofisticado e moderno!

Para quem curtiu a proposta, mas sabe que o cobre não é um material baratinho, dá para reproduzir a ideia com tecidos translúcidos – já até falamos sobre isso aqui no blog. O efeito fica incrível e o preço bem mais em conta 😉

 

diario-de-viagem-design-europeu-em-manhattan-interiores-duo-design-nycxdesign-05

 

Outro ponto alto da marca são os móveis e peças para áreas externas. Como Paola Lenti tem um cuidado muito grande com os tecidos, texturas e cores, não faltam cadeiras, puffs e sofás perfeitos para um espaço ao ar livre. Os materiais são resistentes à luz e aos agentes atmosféricos, e por isso podem ser usados sem medo em áreas abertas.

Aah, e a paleta de azuis e verdes vem se consolidando como tendência – lembra que já falamos sobre isso em um dos primeiros posts da viagem?

 

diario-de-viagem-design-europeu-em-manhattan-interiores-duo-design-nycxdesign-6

 

Bom, e se você achou que as texturas e cores maravilhosas só apareciam nos móveis e tapetes, está muito enganado. Os tecidos estavam por toda parte no showroom, inclusive em biombos. placas revestidas, quadros e até tubos que iam do chão ao teto formando uma espécie de painel. Não dá pra negar que apesar das ideias serem simples e fáceis de reproduzir com outros tecidos e materiais, o efeito fica super cool!

 

diario-de-viagem-design-europeu-em-manhattan-interiores-duo-design-nycxdesign-7

diario-de-viagem-design-europeu-em-manhattan-interiores-duo-design-nycxdesign-8

 

E falando em revestimentos e texturas, esse mix de materiais também apareceu nos móveis e principalmente nas composições de mesas de centro. Ferro, madeira, laca, mármore… Vale misturar acabamentos e formatos diferentes para trazer um toque mais moderno para sala!

 

diario-de-viagem-design-europeu-em-manhattan-interiores-duo-design-nycxdesign-9

 

GIORGETTI

 

Como falei, essa misturinha de mesas de diferentes formatos e materiais está com tudo e também apareceu no espaço da marca Giorgetti. Nesse caso, eles foram até mais ousados e colocaram versões estampadas que deram um up nos ambientes mais clássicos e neutros.

 

diario-de-viagem-design-europeu-em-manhattan-interiores-duo-design-nycxdesign-10

 

E já que o assunto gira em torno de texturas diferenciadas, no espaço reservado para a marca não faltaram peças de couro super interessantes. A mesa revestida, por exemplo, é uma excelente alternativa para ambientes corporativos mais formais.

 

diario-de-viagem-design-europeu-em-manhattan-interiores-duo-design-nycxdesign-11

O couro também apareceu de formas mais inusitadas como no painel com pequenas placas revestidas que trouxeram movimento para a parede 😉 Já nos móveis mais clássicos, o tecido surgiu em composições atemporais com a madeira.

diario-de-viagem-design-europeu-em-manhattan-interiores-duo-design-nycxdesign-12

Mas de todo o showroom, uma das peças que mais gostamos foi o aparador ultra versátil com bandejas de madeira e couro. As placas não apenas de movem em cima da peça, escondendo e mostrando as divisões internas, como também podem ser retiradas na hora de servir bebidas e/ou petiscos. Essa é ou não é uma excelente opção para complementar o décor da sua sala de jantar/estar?

diario-de-viagem-design-europeu-em-manhattan-interiores-duo-design-nycxdesign-13

 

Outras peças que não passaram despercebidas aos nossos olhos foram as estantes desconstruídas. Essa, aliás, é uma forte tendência, viu? No mesmo dia nós já tínhamos visto opções da Roche Bobois, mas esses modelos em ferro com uma pegada mais industrial também ficam super interessantes!

 

diario-de-viagem-design-europeu-em-manhattan-interiores-duo-design-nycxdesign-14

O metal também surgiu com força nos móveis e não só em peças com pegada industrial ou mais rústica. Modelos clássicos e sofisticados, como essa cômoda, ficavam dentro de estruturas de vidro e metal. As telas metálicas fixadas dentro do vidro dão um efeito delicado, mas ainda assim surpreendente para o décor.

diario-de-viagem-design-europeu-em-manhattan-interiores-duo-design-nycxdesign-15

 

UNIFOR

 

A Unifor foi uma grata surpresa no evento, afinal, estávamos sentindo até falta de ideias inovadoras e interessantes para ambientes corporativos e home offices. Não dá pra negar a influência da tecnologia no nosso dia a dia e é claro que o design dos móveis precisa acompanhar todas essas mudanças. Mesas com carregadores, entradas de cabos USB e tomadas embutidas definitivamente auxiliam muito uma estética mais minimalista em um ambiente de trabalho, né?

 

diario-de-viagem-design-europeu-em-manhattan-interiores-duo-design-nycxdesign-16

diario-de-viagem-design-europeu-em-manhattan-interiores-duo-design-nycxdesign-17

 

Também encontramos ideias minimalistas de iluminação, mas que fazem total diferença em um ambiente mais neutro. Um lustre com anéis encaixados em um espaço com pé direito alto realmente valoriza demais o décor, né?

 

diario-de-viagem-design-europeu-em-manhattan-interiores-duo-design-nycxdesign-18

 

E para você que achou que faltavam mais referências do mix de materiais em um estilo mais clássico, essa bancada de cozinha com granito, madeira e metal é a prova de que misturar texturas e acabamentos nem sempre precisa ser over – muito pelo contrário! Os tons neutros trouxeram unidade para a peça, mas o design deu aquele toque de modernidade para o ambiente 😉

 

diario-de-viagem-design-europeu-em-manhattan-interiores-duo-design-nycxdesign-19

 

MINOTTI

 

E como o melhor fica pro final, terminamos o dia em um dos espaços mais inspiradores de toda NY: a loja da Minotti! A marca que é referência em Milão também estava presente com um espaço superespecial no NYCxDesign. O ponto alto, definitivamente, foram os móveis versáteis!

Começando com essa cama super comfy na qual o encosto é móvel! A “cabeceira” roda toda a cama e permite um aproveitamento diferente do espaço a cada dia 😉

 

diario-de-viagem-design-europeu-em-manhattan-interiores-duo-design-nycxdesign-20

 

No entanto, se existe uma peça que resume bem a versatilidade dos móveis é esse sofá das fotos abaixo! Só o design orgânico e o couro branco já tornam a peça super especial, mas não dá para negar que esses encostos móveis são muuito cool. A sala de estar ganha uma nova cara com cada formatação do sofá, né?

 

diario-de-viagem-design-europeu-em-manhattan-interiores-duo-design-nycxdesign-21

diario-de-viagem-design-europeu-em-manhattan-interiores-duo-design-nycxdesign-22

 

Tanto quanto os encostos móveis e retráteis, os sofás vazados também apareceram demais na mostra. Como comentamos nesse post, essa é uma excelente opção para quem não quer tampar a visão em ambientes integrados 😉

 

diario-de-viagem-design-europeu-em-manhattan-interiores-duo-design-nycxdesign-23

 

Já o mix de materiais foi além das mesinhas de centro na Minotti. A mistura de tecidos nos sofás é uma forma mais moderna (e ousada) de investir na tendência! Nós amamos a ideia, e você?

 

diario-de-viagem-design-europeu-em-manhattan-interiores-duo-design-nycxdesign-24

Outras peças que também apareceram na loja foram as estantes inusitadas. As versões em ferro foram as que mais nos chamaram a atenção, mas diferentemente das outras marcas, os modelos que estavam expostos na Minotti tinham diferentes larguras de prateleiras que resultavam em um efeito ainda mais moderno e assimétrico: desconstrução total!

 

diario-de-viagem-design-europeu-em-manhattan-interiores-duo-design-nycxdesign-26

 

***

Ufaa, tem como não ficar impressionado depois de ver tantas ideias incríveis? Nos encantamos com cada cantinho das lojas e esperamos que todas essas ideias também tenham te inspirado 😉

 

Bem pertinho do Soho, que inegavelmente é parada obrigatória para quem curte design diferenciado – seja de moda, acessórios ou décor – , fica o bairro do Tribeca. Um dos eventos promovidos pelo NYCxDesign é o Tribeca Design Night que reúne diversas lojas da região para um “mini tour” super interessante e cheio de novidades. É claro que não perderíamos essa oportunidade e fomos conhecer um pouquinho mais da região.

Como vocês devem imaginar, o foco foi no design de interiores, nos móveis e nas ideias mais inusitadas de decoração. Fizemos uma seleção com as principais tendências e highlights, mas já dá pra adiantar que quem curte um décor descolado e moderno vai adorar visitar o bairro!

 

MÓVEIS

 

Começamos o passeio visitando a loja Mitchell Gold + Bob Williams que possui algumas peças com um design único. Os modelos que mais chamaram a nossa atenção foram, definitivamente, as cadeiras rosa millenial com um design super minimalista! É aquela peça cheia de personalidade que dá um up em qualquer sala, mas não chega a pesar na composição, sabe?

 

diario-de-viagem-um-giro-pelo-tribeca-design-district-nycxdesign-interiores-duo-design-1

 

Outra peça super interessante da loja é puff que funciona como mesa de centro. O acabamento almofadado em couro torna o modelo super versátil e cool.

 

diario-de-viagem-um-giro-pelo-tribeca-design-district-nycxdesign-interiores-duo-design-2

 

Aliás, falando em couro, não poderíamos negar a forte tendência do material combinado com o ferro. Assim como essa mesa/puff, a chaise que estava exposta logo na entrada do showroom da Lambert & Fils x Montauk Sofa tinha a mesma pegada. Além do design clean, um detalhe que fez toda a diferença nessa peça foi o vivo em tecido que trouxe até uma maior leveza para o couro preto.

 

diario-de-viagem-um-giro-pelo-tribeca-design-district-nycxdesign-interiores-duo-design-3

diario-de-viagem-um-giro-pelo-tribeca-design-district-nycxdesign-interiores-duo-design-4

 

Esse showrrom foi o que mais trouxe novidades e inspirações! O ponto ponto alto do local foram os sofás Montauk que são alguns dos modelos mais confortáveis que já vimos – além da variedade impressionante de tecidos e design super diferenciado.

As peças em L sem encosto em algumas partes são ideais para ambientes integrados, já que não tampam a visão de quem está de costas para a peça. O grande diferencial é o apoio extremamente confortável, mas ainda assim firme e com sustentação. É aquele sofá pra deitar em qualquer posição que com certeza substituirá a cama em algumas noites 😉

 

diario-de-viagem-um-giro-pelo-tribeca-design-district-nycxdesign-interiores-duo-design-5

diario-de-viagem-um-giro-pelo-tribeca-design-district-nycxdesign-interiores-duo-design-6

 

Já na Room, uma loja de móveis e luminárias super descolada, nós vimos um banquinho simples, mas ainda assim cheio de charme. A peça é produzida com placas de madeiras com veios e cores bem diferentes. O resultado é um móvel rústico, fácil de fazer e inusitado.

 

diario-de-viagem-um-giro-pelo-tribeca-design-district-nycxdesign-interiores-duo-design-7

 

ILUMINAÇÃO

Apesar das várias opções de móveis, o foco da Room é realmente iluminação. A loja estava com opções bem diversificadas, dos lustres mais luxuosos até pendentes moderninhos. Os que mais nos interessaram foram os pendentes com detalhes dentro dos vidros. Telas e até estruturas de plástico e acrílico criam um desenho sutil que faz a diferença!

 

diario-de-viagem-um-giro-pelo-tribeca-design-district-nycxdesign-interiores-duo-design-8

 

E falando em iluminação diferenciada, impossível não mencionar a  Stillfried Wien. A instalação das luminárias super minimalistas que vão do chão ao teto são realmente incríveis! Os fios que sustentam a peça levam a eletricidade diretamente ao LED e o efeito fica quase como uma obra de arte!

 

diario-de-viagem-um-giro-pelo-tribeca-design-district-nycxdesign-interiores-duo-design-9

 

E lembram da loja com os sofás maravilhosos? Pois bem, no mesmo local a marca Lambert & Fils trouxe luminárias de tirar o fôlego. As peças com luzes para cima sustentadas por cabos de aço nos impressionaram demais. Jogar a luz para cima é uma ideia relativamente simples, mas que traz uma pegada inusitada e charmosa para o espaço, né?

 

diario-de-viagem-um-giro-pelo-tribeca-design-district-nycxdesign-interiores-duo-design-10

 

TECIDOS NAS PAREDES

 

No post anterior nós já tínhamos falado sobre as divisórias com tecidos, mas é impossível não relembrar aqui, afinal, elas também apareceram na entrada do showroom da Lambert & Fils x Montauk Sofa. Nesse caso, os tecidos curvos estavam no corredor de acesso a loja 😉

 

diario-de-viagem-um-giro-pelo-tribeca-design-district-nycxdesign-interiores-duo-design-11

 

Os tecidos, ou melhor, a tapeçaria também surgiu exposta como quadros na Colony – espaço reservado para artistas e designers independentes. Essa, aliás, é uma ótima ideia para trazer um elemento inusitado para o décor, né?

 

diario-de-viagem-um-giro-pelo-tribeca-design-district-nycxdesign-interiores-duo-design-12

 

E mais do que tapetes pendurados, verdadeiros quadros de tecido também estavam presentes no ambiente. A gente já tinha comentado sobre essa tendência dos quadros de tear nesse post e realmente o resultado é uma obra de arte diferenciada; algo que definitivamente tira qualquer décor do óbvio.

 

diario-de-viagem-um-giro-pelo-tribeca-design-district-nycxdesign-interiores-duo-design-13

 

***

Espero que tenham curtido a nossa seleção e se preparem que já já entram mais dicas, inspirações e novidades por aqui!

 

 

Quando um evento está lotado e com entradas esgotadas é um bom sinal, não é mesmo? É por isso mesmo que o nosso dia de ontem foi basicamente em função da palestra Rich Brilliant Willing: Life in the Technological Frontier of Design. O evento aconteceu no escritório da marca Rich Brilliant Willing no Soho e só o lugar já nos trouxe boas inspirações.

A mesa de escritório integrado a sala de apresentações era separado por uma estante toda vazada e painéis de tecido. Essa é uma ideia excelente para quem gosta de divisões sutis e cheias de charme 😉

 

diario-de-viagem-tecnologia-no-decor-e-o-design-que-faz-a-diferenca-duo-design-nycxdesign-2018-1

 

Mas vamos falar sobre a palestra em si? O evento girava em torno do impacto das novas tecnologias no design de interiores e arquitetura. Mais do que o uso de realidade virtual na apresentação de projetos, como já tínhamos falado no último post, os palestrantes focaram muito no uso da tecnologia no ambiente.

A própria empresa Rich Brilliant Willing fez uma instalação incrível com o seu mais novo projeto: as luzes OLED que são suaves, brilhantes e flexíveis ao mesmo tempo. Além da intensidade de iluminação super confortável aos nossos olhos, as luzes podem ser aplicadas em materiais diferentes e, quando desligadas, são simplesmente imperceptíveis.

 

diario-de-viagem-tecnologia-no-decor-e-o-design-que-faz-a-diferenca-duo-design-nycxdesign-2018-2

 

E como vocês devem imaginar, as novas tecnologias no mundo do décor vão muito além. A automação, ou melhor, as casas inteligentes parecem ser realmente realidades próximas, afinal, hoje em dia já existem sistemas como o próprio Google Home. Segundo os palestrantes, a convergência das linguagens é o próximo passo para que a automação se popularize e ganhe mais destaque.

Iluminação, climatização, sonorização, segurança (fechaduras e câmeras), acionamento remoto de cortinas e persinas… Tudo isso tende a ser acionado com um click ou até uma palavra. O ambiente irá mudar conforme as suas necessidades e, mais do que isso, irá saber qual tipo de espaço você deseja estar em cada momento. A questão para que isso dê realmente certo é uma convergência de linguagens para que até hotéis, por exemplo, também consigam usar a tecnologia ao seu favor.

 

880966

Foto: Free Design File

Como esses ainda são recursos caros e não tão difundidos, a ideia de trazer a tecnologia de uma forma mais sutil para o ambiente parece uma boa alternativa, né? A loja do MoMA está repleta de ideias interessantes! A marca Le French Tech, por exemplo, traz soluções muito criativas para atrair a atenção de crianças e ao mesmo tempo desenvolver suas habilidades. Uma das peças mais legais por lá é o Albert Clock, no qual você só consegue saber o horário depois de resolver uma equação matemática.

 

diario-de-viagem-tecnologia-no-decor-e-o-design-que-faz-a-diferenca-duo-design-nycxdesign-2018-4

diario-de-viagem-tecnologia-no-decor-e-o-design-que-faz-a-diferenca-duo-design-nycxdesign-2018-5

 

E por falar em peças inusitadas, por que não falar em ambientes impactantes? Antes de chegar no local da palestra, encontramos a vitrine mais impressionante de todo o Soho (pelo menos até então). A Longchamp está com um projeto simplesmente incrível, com toque esportivo e super moderno. As ondas listradas da vitrine se transformam nos degraus da escada principal e ainda viram o revestimento da parede da loja. Os corrimões com vidro retorcido imitando plástico surpreendem cada cliente – é aquele detalhe fun que faz a diferença no décor 😉

É design puro e, querendo ou não, essa mesma proposta pode ser adaptada para outros ambientes em outras proporções, é claro. Isso porque a ideia da loja é criar uma unidade, um conforto visual. O mesmo efeito pode ser criado com papel de parede ou revestimentos como azulejos diferenciados ou até madeira.

 

diario-de-viagem-tecnologia-no-decor-e-o-design-que-faz-a-diferenca-duo-design-nycxdesign-2018-6

 

Enfim, saindo um pouco do maximalismo e indo para uma pegada mais intimista, ainda no Soho aproveitamos para visitar uma mostra com projetos só de mulheres no Egg Collective. O espaço é pequeno, mas ainda assim rendeu boas ideias. Lembram que eu falei em criar uma unidade visual? Uma das instalações da mostra era toda monocromática, ou seja, a pintura também pode ser uma ótima aliada na hora de criar espaços acolhedores 😉

 

diario-de-viagem-tecnologia-no-decor-e-o-design-que-faz-a-diferenca-duo-design-nycxdesign-2018-7

 

Outra ideia super interessante que encontramos por lá é o quadro de “tear”. A placa de alumínio dá suporte para linhas e tecidos em construção, como em uma fábrica. As peças da designer Mimi Jung são super diferentes, delicadas, simples, mas ainda assim cheias de personalidade!

 

diario-de-viagem-tecnologia-no-decor-e-o-design-que-faz-a-diferenca-duo-design-nycxdesign-2018-8

***

Esperamos que tenham gostado da reflexão a respeito do uso da tecnologia e, claro, das várias dicas de décor!

 

 

Você muito provavelmente já ouviu falar sobre realidade virtual, aumentada e, claro, impressoras 3D, né? Pois é, esse nosso diário de viagem começa com uma pequena reflexão sobre o uso dessas tecnologias no design. A palestra Bringing The Virtual World to Life, do evento Design Talks, levantou essa questão. Os palestrantes, Nicholas Baker (designer industrial), Felipe Castaneda (Diretor senior de Design Industrial na MakerBot) e Dr. Jussi Kajala (co-fundador e CEO da 3DBear) não apenas demostraram sofwares, ferramentas de realidade virtual e impressoras 3D, mas também levantaram discussões a cerca do impacto dessas tecnologias no nosso dia a dia em um futuro não tão distante assim.

A realidade virtual, por exemplo, pode servir como uma excelente ferramenta para visualizar as sugestões de reformas e mudanças em um projeto de design de interiores. O formato de projeto 3D apresentado atualmente, no futuro muito provavelmente será complementado com uma visita no local e apresentação em VR (virtual reality).

 

 

O mesmo vale para as impressoras 3D. Além da opção de criar peças do zero com plástico reciclado, ela funciona como uma ótima ferramenta para o desenvolvimento de protótipos que podem até ser produzidos posteriormente com outros materiais, como metais e tecidos naturais. Ou seja, a questão aqui é entender esses processos como meios e não fins!

É claro que sabendo usar cada uma dessas ferramentas da melhor forma, é sim possível desenvolver peças cheias de personalidade. Um bom exemplo é uma cadeira apresentada no corner da Studio Camden, no evento Brooklyn Designs. O modelo foi produzido com uma impressora 3D em plástico reciclado e tem um design super moderno! Uma das maiores vantagens desse tipo de processo é a rapidez e as muitas alternativas de personalizar a peça – medidas específicas e cores diferentes são alteradas com poucos clicks 😉

 

diario-de-viagem-design-autoral-e-realidade-aumentada-interiores-duo-design-blog-nyc-x-design-3

 

Mudando um pouco de panorama e até linkando com post de ontem sobre a experiência de consumo nas lojas físicas atualmente, não poderíamos deixar de mencionar uma loja super cool na Madison Avenue: a Blu Dot. O diferencial não são só os espaços com um décor acolhedor, mas os próprios móveis todos autorais. A marca trabalha com designers exclusivos e o resultado, obviamente, são peças cheias de estilo.

Um bom exemplo é essa mesa ovalada irregular – se reparar bem, uma das pontas é mais estreita e, apesar de sutil, esse é um detalhe que torna a peça única!

 

diario-de-viagem-design-autoral-e-realidade-aumentada-interiores-duo-design-blog-nyc-x-design-4

 

Um dos ambiente mais legais de toda a mostra era a sala de jantar com mesa de madeira de Ébano e cadeiras de cobre. A mistura de madeira e metal está realmente com tudo por aqui e não dá pra negar que o efeito fica moderno graças ao mix de texturas!

 

diario-de-viagem-design-autoral-e-realidade-aumentada-interiores-duo-design-blog-nyc-x-design-5

 

E falando em efeito ebanizado, impossível não falar sobre o evento Next Level que reuniu designers de várias áreas em uma galeria no Noho, ao sul da ilha de Manhattan. A madeira preta surgiu novamente em mesas de jantar, de centro, aparadores e até racks. A mistura com mármore, madeira clara e, claro, metais também ficou evidente nas peças.

 

diario-de-viagem-design-autoral-e-realidade-aumentada-interiores-duo-design-blog-nyc-x-design-6

 

A galeria estava cheia de novidades, mas além dos móveis incríveis mostrados acima, não dá para deixar de falar nos tapetes da Eskayel que são verdadeiras obras de arte. Não é por acaso que vários modelos estavam fixados nas paredes como quadros 😉

 

diario-de-viagem-design-autoral-e-realidade-aumentada-interiores-duo-design-blog-nyc-x-design-7

 

Além de materiais mais “comuns” usados na tapeçaria, como lã merino, a marca também trabalha com matérias primas inusitadas, como é o caso da seda de bambu usada nesse modelo:

 

 

Mas voltando para o mobiliário, outras duas marcas chamaram a nossa atenção. A primeira delas é o Asher Israelow Studio que não só é a responsável por grande parte das peças com madeira ebanizada, apresentadas nessa mostra, como também trouxe cadeiras em couro impressionantes, chamadas de Lincoln Lounge Chair. O couro tingido não é simplesmente sobreposto na estrutura base, mas sim integrado à madeira e o resultado é uma “emenda”  imperceptível e super minimalista! Os detalhes em latão trazem mais uma textura para cada peça 😉

 

 

E falando em aplicações sobre a madeira, a outra marca que trouxe novidades é a Patrick Weder Design. As peças de madeira com uma fina camada de concreto em cima são cheias de personalidade e perfeitas para complementar ambientes com toque industrial.

Um efeito parecido pode ser obtido com a sobreposição de duas placas de madeira, a de cima tingida – lembram que a madeira colorida também é uma forte tendência? Essa é uma solução mais simples de produzir e com um resultado tão cool quanto o de concreto, né?

 

diario-de-viagem-design-autoral-e-realidade-aumentada-interiores-duo-design-blog-nyc-x-design-10

Já que é praticamente impossível falar de ambientes incríveis sem mencionar a iluminação, vimos que o uso de acrílico/vidro riscado e luzes de led estão se firmando como tendência. Ainda no evento Next Level, as luminárias da Nita traziam essa proposta. O efeito é delicado, mas ainda assim surpreendente!

diario-de-viagem-design-autoral-e-realidade-aumentada-interiores-duo-design-blog-nyc-x-design-11

Encontramos essa mesma pegada “riscada” em uma das lojas de design mais legais da cidade: a MoMA Design Store. As peças do Studio Cheha tem uma outra proposta 3D, mas é o uso do acrílico riscado e luzes de LED acopladas que permitem esse efeito.

diario-de-viagem-design-autoral-e-realidade-aumentada-interiores-duo-design-blog-nyc-x-design-12

 

Outras peças que despertaram interesse na galeria do Noho foram as luminárias em materiais de laboratório, como em Erlenmeyer, também produzidas pela Nita. A ideia é simples, pode ser reproduzida em casa com poucos materiais e o resultado é uma peça moderninha e cool.

diario-de-viagem-design-autoral-e-realidade-aumentada-interiores-duo-design-blog-nyc-x-design-13

A ideia de usar material de laboratório como tubos de ensaio e funis já tinha aparecido em uma outra loja em NYC que vale a visita: a Anthropologie. As peças funcionam como suportes de plantas e não lâmpadas. O resultado, como vocês podem ver abaixo, é um “jardim vertical” super delicado 😉

diario-de-viagem-design-autoral-e-realidade-aumentada-interiores-duo-design-blog-nyc-x-design-14

***

Ufa, não faltaram boas ideias para o seu décor, né? Ainda temos muita coisa para compartilhar por aqui, então, não deixe de acompanhar as nossas postagens!

 

Mais do que mostras e eventos de lançamento, o NYCxDesign abre espaço para debates e conversas sobre as mais diversas áreas do design. Não é por acaso que um dos eventos mais conhecidos é o Design Talks e é claro que nós não perderíamos a oportunidade de assistir ao menos uma palestra.  Uma das que mais chamaram a nossa atenção foi a Changing Role of Designers, com Dalia Strum (professora do Fashion Institute of Technology), Craig Crawford (CEO e fundador da Consutoria Crawford e vice-presidente de estratégia de TI, arquitetura e relacionamentos da Burberry) e Angus McGuffin (diretor criativo e digital da Avary Dennison).

O debate girou em torno do papel do designer com a convergência da experiência física e digital do consumidor. Isso porque atualmente a grande maioria das marcas e lojas possuem presença digital, mas nem por isso abrem mão de espaços físicos para atender os clientes presencialmente. Mas o que mudou no comportamento do consumidor com acesso a tecnologia? O que mudou na experiência de compra? Pois é, o que ouvimos na palestra e vimos em muitas das lojas por aqui é que o ambiente físico não é só um meio para a compra final, mas também um espaço de experiência.

 

Lounge da Palestra

Lounge da Palestra

 

Dois dos lugares que mais chamaram a nossa atenção com esse conceito foram as lojas da Nike (no Soho) e da Adidas (na 5th Avenue). A primeira tem uma pegada mais futurista em toda a decoração: muito branco, plástico e minimalismo. As paredes revestidas com um tipo de “plástico bolha” grandão criam um efeito super cool.  Essa é uma alternativa barata e até simples para revestir as paredes de um jeito diferente. Aliás, quem já leu o nosso último post deve lembrar que falamos sobre o uso de painéis inusitados, né?

Já pensou em aplicar essa ideia em quartos infantis? O efeito é lúdico e ainda protege os pequenos!

 

diario-de-viagem-a-mudanca-na-experiencia-de-compra-interiores-duo-design-nycxdesign-2018-2

 

Já a Flagship da Adidas é realmente conceito puro. O local remete a um estádio com uma pegada bem industrial. Não faltam misturas de materiais, como ferro e madeira, além dos canos e estruturas aparentes.

 

diario-de-viagem-a-mudanca-na-experiencia-de-compra-interiores-duo-design-nycxdesign-2018-3

 

O ambiente que mais nos surpreendeu em toda a loja foi a escada que lembra uma arquibancada. Além da estátua sentada, o local fica de frente para uma televisão e tem uma vista incrível para a 5th Avenue.

 

diario-de-viagem-a-mudanca-na-experiencia-de-compra-interiores-duo-design-nycxdesign-2018-4

 

E se você gosta de lojas cheias de inspirações, o bairro do Soho é o lugar para visitar. Ande sem rumo que você definitivamente irá encontrar muitos lugares inusitados e, claro, maravilhosos como esses que listamos aqui embaixo:

 

OCHRE

 

A união do antigo com o novo nunca esteve tão em alta e isso vale também para os ambientes comerciais. Nós, por exemplo, entramos na Ochre simplesmente pela fachada incrível. A porta de madeira super antiga e detonada contraponto com o design moderno das peças expostas chamou a nossa atenção.

 

diario-de-viagem-a-mudanca-na-experiencia-de-compra-interiores-duo-design-nycxdesign-2018-5

 

A surpresa lá dentro não poderia ser melhor, afinal, a sensação é quase de como entrar em uma galeria de arte. Os pendentes são verdadeiras instalações e cada cantinho da loja tem o seu charme. Um dos lugares mais interessante é o corner com as almofadas em tons esverdeados. Só o degradê de tons já torna o espaço especial e cheio de personalidade.

 

diario-de-viagem-a-mudanca-na-experiencia-de-compra-interiores-duo-design-nycxdesign-2018-6

 

THE WEBSTER

 

E não são só as lojas de decoração que exalam personalidade, viu? As lojas de roupas e acessórios também trazem muitas inspirações. Esse é o caso da Webster, uma loja multimarcas de luxo com um décor super fun e atual.

Os estofados coloridos e móveis com formas mais orgânicas deixam o ambiente bem convidativo e aconchegante, né?

 

diario-de-viagem-a-mudanca-na-experiencia-de-compra-interiores-duo-design-nycxdesign-2018-7

 

Uma outra ideia bem bacana usada nessa loja são os painéis revestidos com papel de parede estampado. Eles ficam atrás das araras e delimitam o espaço de uma forma sutil e cheia de charme 😉 Essa é outra ideia interessante para valorizar um espaço da sua casa ou até mesmo escritório.

 

STUDIOANISE

 

Falando em arte e instalações, um dos locais mais incríveis por lá é o Studioanise que revende móveis da alemã Rolf Benz. Aliás, essa é a flagship da marca e os espaços são realmente de tirar o fôlego.

No entanto, o que mais nos impressionou foi a seleção de quadros ultramodernos do artista, também alemão, Michel Friess, Os quadros no estilo Pop Art trazem figuras e personagens clássicos com um toque divertido e inusitado. O mais interessante é que as pinturas são feitas em cima de placas de metal, o que traz um toque industrial para cada uma das obras.

 

diario-de-viagem-a-mudanca-na-experiencia-de-compra-interiores-duo-design-nycxdesign-2018-8

 

MARIEBELLE

 

Por último, mas não menos importante, o que dizer de uma confeitaria com um décor vintage e delicado? A Mariebelle é uma das chocolaterias mais famosas de NY e a decoração do local com certeza conta muitos pontos! Boiseries, papéis de parede coloridos, estantes de madeira, mesas com base de ferro retorcido… É uma surpresa em cada canto!

 

diario-de-viagem-a-mudanca-na-experiencia-de-compra-interiores-duo-design-nycxdesign-2018-9

 

Isso sem contar os chocolates deliciosos, né? Provamos o dark com flor de sal e dá água boca só lembrar!

 

***

 

E aí, curtiram as ideias? Realmente a experiência de visitar cada um desses lugares vai muito além do consumo, que se torna só uma consequência!

 

O NYCxDesign começou e a cada dia conhecemos novas marcas, designers e, obviamente, encontramos inspirações de encher os olhos! Nos dois primeiros dias de evento já conseguimos identificar algumas tendências e não faltaram ideias incríveis que com certeza podem ser aplicadas no seu décor.

Selecionamos o que vimos de mais legal em cada estande e cantinho da cidade nesse período e esperamos que gostem tanto quanto a gente!

 

PAINÉIS E PAPÉIS

 

Paredes revestidas com materiais interessantes sempre transformam o ambiente e nesses dias de evento conseguimos recolher inspirações que saem totalmente do tradicional.

 

diario-de-viagem-ideias-de-paineis-e-muita-madeira-no-nyc-x-design-2018-1

 

Para começar, uma das áreas do Art on Plaza tinha um painel interativo criado pelo designer Jon Burgerman. O “Playground” (nome dado pelo próprio artista) é um painel com desenhos em preto e branco que permite que as crianças – e por que não adultos? – pintem da forma que preferirem.

Essa é ou não é a ideia perfeita para um quarto infantil super cool?

 

diario-de-viagem-ideias-de-paineis-e-muita-madeira-no-nyc-x-design-2018-2

 

Mas se a sua intenção é criar um painel mais em conta e cheio de charme, que tal se inspirar na ideia usada no corner da  Shuya Design? A placa de telha pintada de rosa funciona como um painel e traz movimento para a parede sem pesar!

 

diario-de-viagem-ideias-de-paineis-e-muita-madeira-no-nyc-x-design-2018-3

Outra ideia que com certeza deixa os ambientes mais originais são os papéis de parede personalizados. A Greenpoint Hill trouxe versões sob medida criadas em parceiria com designers e pintores, mas a ideia pode ser adaptada com qualquer print em alta qualidade 😉

MADEIRA POR TODA PARTE

 

E se tem um material que surgiu com força nos móveis foi a madeira. Rústica, reciclada, polida, pintada… Não importa a versão, ela estava em quase todos os cantos.

 

diario-de-viagem-ideias-de-paineis-e-muita-madeira-no-nyc-x-design-2018-4

 

Uma das peças que mais chamou a nossa atenção foi um banco produzido pelo Studio Camden que mistura elementos aparentemente inusitados. O bloco de madeira super rústico funciona como base para um banco de cobre ultradelicado e moderno. Essa é aquela peça statement que se torna o ponto de destaque em qualquer décor.

 

diario-de-viagem-ideias-de-paineis-e-muita-madeira-no-nyc-x-design-2018-5

diario-de-viagem-ideias-de-paineis-e-muita-madeira-no-nyc-x-design-2018-6

Agora, para quem curte móveis atemporais, mas ainda assim com um toque de originalidade, não tem como não ficar boquiaberto com os móveis da OTTRA. Os pés das mesas, bancos e aparadores parecem ter “caído” do tampo. O design é realmente impressionante mas ainda assim super usável. É aquele clássico modernizado que dá um up no ambiente!

diario-de-viagem-ideias-de-paineis-e-muita-madeira-no-nyc-x-design-2018-7

 

A madeira também apareceu em móveis incríveis no corner da Mebl. A marca faz uma ótima curadoria de móveis produzidos com madeira reciclada. A primeira foto, por exemplo, é uma mesa de centro produzida com madeira de uma árvore que caiu em NY e o design é de Ethan Abramson.

Foi ele também que reaproveitou a madeira de algumas antigas fábricas de tecidos em New Jersey e criou as lindas cadeiras com recortes que aparecem na segunda foto.

Já o banquinho foi produzido com inspiração mo design da caixa d’água do Brooklyn. A madeira usada no projeto é de um antigo celeiro da Pennsylvania 😉

 

diario-de-viagem-ideias-de-paineis-e-muita-madeira-no-nyc-x-design-2018-8

 

Acha a madeira um material clássico demais para compor a sua decoração? Não faltaram ideias de peças coloridas e com uma pegada mais moderna! A cadeira pink da Zeray Studio e o banquinho azul da OTTRA são ótimos exemplos.

MÓVEIS

 

Falando em móveis, o design minamilista mais arredondado se fez presente em grande parte das peças.

 

diario-de-viagem-ideias-de-paineis-e-muita-madeira-no-nyc-x-design-2018-9

 

É o caso do espelho super cool da Think Fabricate. A peça é atemporal, afinal, madeira e espelho sempre funciona juntos. O diferencial fica por conta dos espelhos nas laterais e na parte interna que trazem um ar de modernidade e mais leveza para a peça.

 

diario-de-viagem-ideias-de-paineis-e-muita-madeira-no-nyc-x-design-2018-10

 

O armário da Shuya Design em formato ovalado também tem essa pegada mais “orgânica”. No entanto, ao invés de ser completamente arredondado nas bordas, o efeito é produzido com placas de madeira retangulares; o que deixa o design da peça ainda mais moderno e interessante. Aah, e esse é um daqueles casos em que é possível usar diferentes cores na madeira. O método de tingimento usado aqui é Sumi – uma técnica muito utilizada nas pinturas japonesas. O efeito fica suave e delicado 😉

 

diario-de-viagem-ideias-de-paineis-e-muita-madeira-no-nyc-x-design-2018-11

 

Falando em formas orgânicas, não poderíamos deixar de mencionar essa estante do SHAPE Studio em papel machê. O efeito lembra muito o de uma pedra e compões super bem espaços com uma pegada mais rústica.

 

diario-de-viagem-ideias-de-paineis-e-muita-madeira-no-nyc-x-design-2018-12

 

Ainda no mesmo Studio, encontramos uma das peças mais interessantes da mostra: uma mesa com design minimalista em ferro oxidado. A mistura de materiais e técnicas cria manchas irregulares em toda a peça e o efeito, como vocês podem ver, é de tirar o fôlego!

 

PARA FICAR DE OLHO

Como vocês já devem saber, NYC é uma cidade que nunca para e é claro que novas construções estão a todo vapor. A região de Hudson Yards é uma das mais movimentadas nesse quesito – podem se preparar para ver lugares deslumbrantes e inovadores por lá!

 

Divulgação / Projeto

Divulgação / Projeto

O The Shed será uma estrutura móvel dedicada à diversas áreas do meio artístico: dança, música, artes plásticas e muito mais! O local ficará pronto na primavera de 2019 e promete se tornar um ponto de parada obrigatório na cidade.

 

diario-de-viagem-ideias-de-paineis-e-muita-madeira-no-nyc-x-design-2018-13

 

As obras não dão trégua nem nos finais de semana e, além do prédio principal, do lado estará uma nova passarela com cobre na parte de baixo. A magnitude da construção realmente impressiona e a vista para o Rio Hudson e High Line será maravilhosa!

 

***

Daqui a pouco saem mais posts por aqui e para acompanhar mais detalhes do nosso diário de viagem é só nos seguir no Instagram e no Facebook 😉

Gosta de design? Dicas de decoração? Referências e inspirações? Você veio para o lugar certo! Esse é só o primeiro de muitos posts do blog da Interiores Duo Design! Por aqui você vai encontrar não apenas ideias bacanas e novidades do mundo de design, mas também como aplicar as tendências adequando-as ao seu estilo de vida 😉

Vamos inaugurar o blog em grande estilo com o nosso Diário de Viagem do NYCxDesign 2018 que ocorre de 11 a 23 de maio. O evento reúne diversas vertentes do design, não somente de interiores, como também arquitetura, engenharia, moda, fotografia, artes plásticas, iluminação, tecnologia… Enfim, é realmente mundo de possibilidades!

 

post-introducao-blog-da-duo-referencias-new-england-diario-de-viagem-nyc-x-design-1

 

Profissionais, professores e marcas renomadas estarão expondo, palestrando e até mesmo visitando os espaços que, aliás, estão espalhados por toda a cidade de Nova Iorque. É a união perfeita de lazer e trabalho, afinal, não faltam ambientes e lugares incríveis por aqui.

O evento acontece semanas depois da Feira de Milão e, como vocês devem imaginar, aqui algumas das principais tendências são testadas e consolidadas.

Aproveitamos a oportunidade do evento para explorar a região de New England que conta com cidades históricas e, consequentemente, cheia de lugares charmosos, pitorescos e com muita personalidade. Newport, Boston, Wallingford e New Hevan foram as escolhidas para um tour de apenas 48 horas, mas que renderam muitas ideias e inspirações! Esperamos que gostem das dicas e, claro, consigam aplicar algumas delas no seu décor 😉

 

ARQUITETURA
post-introducao-blog-da-duo-referencias-new-england-diario-de-viagem-nyc-x-design-2

 

Impossível negar a influência inglesa na arquitetura de toda a região, afinal, o nome não é à toa. As casas do estilo vitoriano estão por toda parte, mas diferentemente da Inglaterra, na maior parte das vezes o material usado nas construções não são os tijolos, mas sim madeira. As cores também saem um pouco do tradicional vermelho e vão para tons pastel de amarelo, azul, verde, rosa… É o que eles chamam de ice cream colors.

Simetria, torres, janelões, fachadas com varandas  e telhados angulosos são só alguns dos pontos que definem esse estilo de arquitetura super charmoso!

 

post-introducao-blog-da-duo-referencias-new-england-diario-de-viagem-nyc-x-design-3

 

Já na parte de Boston, as características da arquitetura inglesa ficam ainda mais evidentes. Os famosos tijolos vermelhos (red bricks) estão por todos os lados: desde o campus da Universidade de Harvad, até igrejas, pontes e casas residenciais. A diferença fica por conta das clássicas escadas de emergência do lado de fora dos prédios 😉

 

ESTILO RENASCENTISTA ITALIANO

 

post-introducao-blog-da-duo-referencias-new-england-diario-de-viagem-nyc-x-design-4

post-introducao-blog-da-duo-referencias-new-england-diario-de-viagem-nyc-x-design-5

 

E quem achava que a influência inglesa era a única em New England está enganado. Algumas das mansões mais conhecidas na região de Newport tem como grande inspiração o Renascentismo Italiano.

 

post-introducao-blog-da-duo-referencias-new-england-diario-de-viagem-nyc-x-design-6

 

Muitos tecidos, tetos extremamente trabalhados, colunas em mármore, lustres de cristais, neste caso são lindos Baccarat e, claro, ouro não faltam por lá.

 

UPCYCLE 

 

post-introducao-blog-da-duo-referencias-new-england-diario-de-viagem-nyc-x-design-7

 

Agora vamos falar um pouquinho de design de interiores? A tendência do Upcycle nunca esteve tão em alta; e vamos combinar? Não tem nada melhor do que encontrar referências de reuso de peças vintage em ambientes inusitados.

Uma bicicleta antiga, por exemplo. funciona como uma ótima base para um aparador. Que tal aproveitar essa ideia e procurar sua bicicleta de infância? Ao invés de deixá-la parada num canto esquecida pode renovar com muita personalidade e inovação o seu ambiente.

 

post-introducao-blog-da-duo-referencias-new-england-diario-de-viagem-nyc-x-design-8

 

Outra ideia simples e incrível é o “ventilador” de teto.  Você pode substituir aquela peça sem graça que, na maioria das vezes, quer esconder por um modelo extremamente funcional e que se torne o ponto de destaque do ambiente, como na foto acima.

 

post-introducao-blog-da-duo-referencias-new-england-diario-de-viagem-nyc-x-design-9

post-introducao-blog-da-duo-referencias-new-england-diario-de-viagem-nyc-x-design-10

 

A tendência é tão ampla que até restaurantes entraram na mesma pegada. O estilo muda, mas a ideia de reuso é a mesma. Placas antigas, caminhões e faixas trouxeram um toque vintage supercool para este restaurante em Newport. Essa é a prova de que até quem tem um gosto mais moderno para o décor pode reaproveitar muitas peças antigas!

 

APROVEITAMENTO DE ESPAÇO 

 

post-introducao-blog-da-duo-referencias-new-england-diario-de-viagem-nyc-x-design-11

 

E tem algo mais atual do que otimização de espaço? Até em ambientes super sofisticados é possível aproveitar os cantinhos perdidos, como aquele famoso vão embaixo da escada 😉

 

DETALHES

 

post-introducao-blog-da-duo-referencias-new-england-diario-de-viagem-nyc-x-design-12

 

E como vocês já devem imaginar, não faltaram detalhes interessantes nos locais que visitamos. Para quem curte uma decoração mais básica, mas ainda assim cheia de bossa, vale apostar em puxadores delicados e inusitados. Esse tipo de peça simplesmente transforma qualquer armário ou cômoda mais simples. O mesmo vale para as torneiras com ornamentos, tá? Um banheiro ou uma cozinha com uma pegada minimalista fica muito mais cool com metais diferenciados.

Agora, se a ideia é apostar numa parede revestida com muita personalidade, por que não um painel de madeira talhado com papel parede com textura no baixo relevo? O da segunda foto é com folha de ouro, mas é claro que atualmente há inúmeras opções de papéis com o mesmo efeito, ultramodernos e, claro, muito mais baratos! Os mosaicos também podem sair do óbvio em pisos ou até mesmo quadros 😉

 

post-introducao-blog-da-duo-referencias-new-england-diario-de-viagem-nyc-x-design-13

 

E quem foi que falou que sala de jogos precisa ser toda descolada? Um lustre clássico não só deixa o ambiente mais sofisticado, mas também evidencia o design da mesa de bilhar. Essa é aquela inspiração para sair do convencional!

post-introducao-blog-da-duo-referencias-new-england-diario-de-viagem-nyc-x-design-14

Para quem gosta de miudezas, também não faltam ideias. A gaveta forrada com papel de parede é uma daquelas “surpresas” que trazem charme para o décor. Os relógios mais clássicos também podem ser usados de uma forma mais moderna, como acoplados em mãos francesas 😉

***

E aí, gostaram das dicas e inspirações!? Fiquem atentos por aqui porque já já entram muitas outras ideias do que estamos vendo aqui em NY!